Acesse a Área Exclusiva dos Pacientes Amai

Alimentação e Odontopediatria: vamos pensar, fazer escolhas e agir?

Publicado em: 03/02/2011

Última atualização em: 14/03/2011

Categorias: Alimentação, Educação, Odontopediatria

Autor: Doutora Carmem

Parece que já é senso comum na odontopediatria dizer que é muito pouco falar que açúcar provoca cáries, não é mesmo?

As pessoas estão ligeiras, buscando soluções, novas visões, novas maneiras de pensar e agir.

Então, o que mais há a respeito de saúde bucal e alimentação?

Uma tendência que toma força é a de encarar a saúde como um todo, segundo uma visão integrada, sistêmica.

Isso tem feito mais sentido, para a maioria das pessoas. Portanto, o tipo e a qualidade do alimento têm papel fundamental no bem estar geral, e na saúde específica da boca. Seguindo a diante:  vamos pensar nas qualidades dos alimentos; o que pode representar alimentação de qualidade na infância; e quais as  dificuldades que costumamos encontrar.

Vamos às respostas e soluções para algumas dúvidas e problemas.

Mastigação

Crianças e adultos  precisam mastigar o alimento certo, na hora certa, para a “construção” do corpo, tanto físico quanto emocional. Boas sugestões de pediatras e nutricionistas devem ser seguidas.

A criança que aprende desde cedo a mastigar, desenvolve os ossos maxilares, pois os músculos estão ligados aos ossos, e a cada movimento, os músculos “esticam” os ossos, que crescem harmonicamente, caso não haja outro impedimento para que isso ocorra.

Variedade alimentar

Variar a alimentação é essencial: a criança não pode comer somente o que os pais gostam. Precisam  conhecer variados sabores. Além disso, por uma questão de consciência, temos que nos aprimorar e apresentar diversidade para os pequenos, pois eles assumirão o planeta. Você sabia que há uma rede  de entidades que atuam na preservação de espécies vegetais comestíveis e que há várias em extinção, mesmo no Brasil?

Se você acha que já dá uma dieta variada, procure mais!!! Feijão azuki, arroz integral, semente de girassol, missô, quinua são familiares para você?

A Saliva

As características da saliva, bem como a aderência da placa bacteriana, estão relacionadas, entre outras coisas, à alimentação. A maioria dos pais se empenha em dar o melhor para seus filhos e se dedicam em não sobrecarregarem a criança com elementos que não são necessários ao crescimento e ainda podem até afetá-lo, como antibióticos, pesticidas, corantes, conservantes e hormônios.

A escolha dos alimentos

Já que tudo depende de dedicação, porque não escolher os alimentos que afinal podem trazer o maior ganho?

Há muitos estudos, e muita controvérsia. Use seu bom senso para escapar de manipulações, e faça livremente suas escolhas. Só não se deixe limitar por velhos refrões, que afirmam serem caros os  alimentos orgânicos e difíceis de encontrar.

De minha parte, sei que não há nada que substitua o valor do sol e do solo vivo e fértil  sobre o crescimento das plantas . Essa são qualidades que  podem ser  direcionadas para o bom funcionamento de nosso corpo. Não há nada que substitua a qualidade das sementes e nada que me conforte mais do que saber que ao comprar meu alimento, estou agindo de acordo com o mundo melhor que desejo para as próximas gerações.

O alimento orgânico ou biodinâmico trás consigo toda uma coerência ética, que combina comigo e minha paz de espírito. Isso gera saúde.

Pense, pesquise e sinta-se um ser livre para fazer escolhas!

Fique a vontade para interagir com o seu comentário.

Dra. Carmem Silvia

Veja também os temas:

Deixe o seu Comentário

Clínica Amai: Fone: (11) 3284 5162 • contato@clinicaamai.com.br
R Itapeva, nº 500 - cj. 7A • São Paulo - Próx. a Avenida Paulista (mapa)