Acesse a Área Exclusiva dos Pacientes Amai

Cárie em crianças

Publicado em: 26/06/2011

Última atualização em: 27/06/2011

Categorias: Cárie de Mamadeira, Dentes de Leite, Odontopediatria, Prevenção

Autor: Doutora Carmem

Tema básico na Odontopediatria, que merece esclarecimento.

Em primeiro lugar: bebês podem ter cáries. Por uma série de fatores, e os mais freqüentes são:

A criança não nasce com os microorganismos que provocam cáries, nós é que as contaminamos, beijando na boca, assoprando a comida e comendo do mesmo talher.

Caso os pais não tomarem os devidos cuidados, a criança não tiver as cavidades tratadas, e os fatores predisponentes acima persistirem, a evolução das cáries será bem rápida. Evolução para tratamento de canais. Leia mais sobre o assunto em Tratamento de Canais em Dente de Leite (Endodontia).

Segue o que os pais mais nos dizem:

“Dra., estou impressionada com a rapidez da evolução das cáries dessa criança, e com a consciência muito pesada. Era um buraquinho, um pontinho preto, que a dentista falou que só conseguiria tratar se ele deixasse!! Esperei ele deixar, mas foi muito rápido. Não me disseram que minha criança poderia sentir dor, não conseguir comer e ter que tratar  canal!!”

É assim que funciona. Os pais chegam sem a noção de que um bebê amamentado ou que faça uso indiscriminado de mamadeira até um ano e meio a dois anos de idade, corra grande risco de ter cáries se a higiene não for realizada após cada mamada.

As consequências das cáries em crianças são muitas. A Odontopediatria está aí para esclarecer esses pontos.

Problemas comuns em crianças com cáries

A criança com cárie pode sentir dor e não relatar por  não conseguir definir o que está acontecendo. Sente   um mal estar geral, manifesta um temperamento choroso, falta de apetite, febre, baixa de  resistência, irritabilidade, sono interrompido por resmungos, choro e gritos.

A criança com cárie não consegue mastigar, recusa alimentos mais consistentes, chora depois de comer doces e o pior: sem tratamento, pode chegar o dia em que os analgésicos não serão mais eficientes. É muito comum os pais terem que correr para pronto-socorros no meio da noite.

A evolução das cáries em dentes de leite  é o aprofundamento das mesmas, com a necessidade de tratamento dos condutos (tratamento de canais). Com ou sem abscessos.  Dentes de leite também têm canais, que precisam ser limpos se estiverem com material contaminado dentre deles, com o nervo deteriorado pelas bactérias que entraram pela cárie. 

Isso sem falar da vergonha sentida pela criança, por seus dentes feios. Ela não terá um sorriso aberto, e poderá sofrer com os apelidos dados a ela pelos colegas de escola. Leia este depoimento esclarecedor:  http://www.clinicaamai.com.br/prazer-de-sorrir-voltou-para-lauren

Outra armadilha que escuto que pode adiar a solução de problemas, é sobre a tal cobrança da consulta. A primeira consulta é a chave de tudo, onde as dúvidas são tiradas e os acordos começam a ser feitos.

Na última semana, uma mãe me disse: “Dra. o problema é que a gente quer evitar de pagar a consulta. Aí, fica rodando por aí, cada um diz uma coisa, e a conclusão é que não dá para confiar e vamos perdendo muito tempo,  a criança fazendo cada vez mais chororô,  cada vez com mais cárie. Passei por quatro, e não conseguiram abrir a boca de meu filho para fazer um exame confiável!!” Falta de esclarecimentos, falta de conversa.

Dicas para a prevenção e solução das cáries em crianças

Prevenção

Leia mais sobre o assunto em: http://www.clinicaamai.com.br/clinica-odontologica-infantil e http://www.clinicaamai.com.br/odontopediatria-muito-mais-uma-boca-dentes.

A primeira consulta  e as dicas sobre  higiene e hábitos alimentares são a ajuda básica em termos de prevenção.

E os retornos periódicos.

O número de escovações por dia, os acessórios, e a posição para a higiene bucal devem ser feitas no corpo-a- corpo, de forma presencial, para individualizarmos as orientações.

Soluções

Agora que você já sabe de tudo, não deixe que isso aconteça com seu filho, procurando um dentista que trate de crianças (odontopediatra). De preferência, só de crianças.

O dentista dos pais não consegue ser especialista em tudo. Se não faz implantes, encaminha. Se não trata de casos de periodontia, encaminha. O mesmo deveria ser feito com as crianças. Mesmo que a criança seja boazinha.

Dar uma “olhadinha” não resolve. Aliás, pode criar a falsa idéia de que está tudo bem quando não está. Ou  de que será impossível tratar de seu filho sem sedação, pois ele não foi preparado para dar conta de manter a boca da criança aberta para examiná-lo. O seu filho não pode representar um problema para o profissional. Um desafio, vá lá!

Recebo emails de pais com crianças de 4, 5, 6 anos de idade, com problemas dentários, dizendo que estão preocupados e que não sabem o que fazer.

Ora, leve a um dentista que trate exclusivamente de crianças, e veja como a vida de todos pode ser bem melhor! Leve logo, de preferência perto dos seis meses de idade.

E seja feliz.

Veja também os temas:

55 Comentários:

  1. Maely disse:

    Boa tarde! Estou com um sério problema, meu bebê tem 2 anos e três meses, e os dentinhos estão com manchas brancas, liguei correndo para marcar uma consulta e surpresa…nenhum odontopediatria atende bebês dessa idade. Estou revoltada, porque acompanho esse site e vi que quando surge o problema quanto mais rápido formos melhor. O que eu faço?

  2. Monica disse:

    Olá Dra.
    Meu filho tem apenas 3 anos e 8 meses. Os dois dentes da frente são muito juntinhos, mas não é sempre que consigo passar fio dental. Ontem fui passar e vi que entre os 2 dentes tem um buraco! Acho que é uma cárie. Fiquei desesperada e me sentindo uma péssima mãe.
    Agora vou levá-lo ao dentista, mas lendo os artigos acredito que vai ter que restaurar.
    O problema é que meu filho é muito bravo/nervoso e ele vai fazer um escândalo. Será que tem um remédio que acalme a criança para que o dentista consiga fazer o serviço? Algo que ele até durma um pouco?? Se isso não acontecer ele vai ficar traumatizado. Já teve experiências ruins pois já se submeteu a quimioterapia com 1 ano e 6 meses…Estou sofrendo em saber que ele vai sentir dores de novo.
    Obrigada.

  3. Fernanda disse:

    Dra, minha filha acabou de completar 1 ano, nenhum pediatra nunca me falou sobre a higienização da boca dela, ou se quer falou que eu teria de ir a um dentista !
    Só que desde os 6 meses escovo os dentinhos dela com pasta malvakids acho que é essa, não lembro direito o nome..
    só que não sabia que era necessario escovar a cada refeição até porque ela é pequena né !
    bom, resumindo, ela está com um pontinho preto, e fundo, como se fosse um buraco que vem quase que do céu da boca, e perto de onde nasce o dentinho na gengiva esta´um pouco escuro como se fosse um cinza !
    será que é carie ?
    fiquei pensando, será que ela machucou ? com algum brinquedo algo do tipo e ficou preto assim ? ou será uma carie ?

  4. Karina disse:

    Dra pode me esclarecer um pobleminha eu já tinha da outra vez falado do dentinho do meu filho da frente ,que estava amarelinho e quebrou levei ele na Dentista especialista em crianças ela colocou um protese mas em só um dentinho parou e no outro não, não para de jeito nenhum já foi colocado umas 4 vezes e em outro dentinho a massinha da restauração tbém não para o que pode ser já mudei toda a alimentação dele pq ela disse que pode ser por causa de alguns alimentos mas mesmo assim cai. Será que pode ser pq ela não passa o motorzinho pra limpar um pouco o dente dele. Agora ela sugeriu fazer um canal pra colocar um pino pra segurar o dente ou retirar. Mas o tratamento dele já tá muito caro e pra isso vou ter que pagar mais pois qdo cai ela cobra mais. Então será se eu optar em deixar essa pontinha do dente amarelo mesmo será que prejudica ele e o dentinho que vira mais tarde. Eu não sei o que fazer pois vou acabar deixando ele com trauma pq agora tudo que ele come ele já quer escovar os dentinhos e ele só tem 2 anos e sete meses. Obrigada… Atenciosamente Karina

  5. Valdete disse:

    Dotora meu filho ta começando a ter carie o q faço? ele ñ deixa eu escovar direito os dentinhos dele, agora ele ta com 2 anos e 2 meses

  6. Patricia Leal disse:

    Dra. Já passei por 4 odontopediatras e todos disseram a mesma coisa, que temos que utilizar o cariostatico e cuidar com escovação e fluor a noite para evitar a evolução das caries, em 1 ano os 4 dentinhos superiores do meu filho ficaram escurecidos (segundo eles devido ao cariostatico), mas percebi que houve uma redução no tamanho deles como se houvesse um desgaste. Tem algum outro especialista que eu possa procurar? Poque todos disseram que devo esperar até os 3 anos pra colocar as capinhas esteticas sobre o dente, mas temo que mesmo com nossos cuidados nao haja estrutura para segura-las.
    obrigada desde já

  7. joseline disse:

    dra.meu filho apareceu com um pontinho cinzento no dentinho de tras da boca fiquei triste porque tenho cuidados com ele o que eu faço

    • Doutora Carmem disse:

      Joseline,

      Por favor acesse o site e assista o vídeo que está na home. Tem todas as respostas que você precisa.

      Boa sorte!

      Dra. Carmem Silvia.

  8. andreane silva disse:

    Dra. Meu filho tem 3 anos e 6 meses e estar com a gengiva avermelhada e sangrando, estar dando febre e aqui onde eu moro não tem odontopediatra o que faço ???

    • Doutora Carmem disse:

      Leve a um pediatra pelo menos por hora para te ajudar com medicações.

      Mas sugiro procurar de toda maneira um Odontopediatra mais próximo.

      Boa sorte!

      Dra. Carmem Silvia.

  9. por favor
    mim ajudem minha filha sou tem 1 ano e 7 meses mais ja ta com os dentes com carie oque fasso

  10. eliana winkert disse:

    boa noite dra…
    Minha filha tem 2anos e 5 meses e desde bebe ela so mama iogurte e por esse fato ela esta com os dentinhos da frente acinzentado com caries.o problema e q de maneira alguma ela deixa mexer na boca dela qual seria o melhor tratamento e como seria feito.??

Deixe o seu Comentário

Clínica Amai: Fone: (11) 3284 5162 • contato@clinicaamai.com.br
R Itapeva, nº 500 - cj. 7A • São Paulo - Próx. a Avenida Paulista (mapa)