Acesse a Área Exclusiva dos Pacientes Amai

Como Lidar com os Temperamentos de seu Filho

Publicado em: 21/05/2010

Última atualização em: 04/10/2010

Categorias: Antroposofia, Educação

Autor: Doutora Carmem

Para você que já aprendeu como identificar os temperamentos no artigo: “Saiba qual é o tipo de temperamento de seu filho”. E se você ainda não leu este artigo, não deixe de ler!

Segue agora a continuação desse assunto tão útil e interessante na educação das nossas crianças. São dicas de como lidar com os diferentes tipos de temperamentos. Bom proveito!

Dicas para o Temperamento Sangüíneo

Dicas para o Temperamento Melancólico

Dicas para o Temperamento Colérico

Dicas para o Temperamento Fleumático

Os quatro tempos e a perda no caminho

(Heinrich Peitmann)

Coordenação: Dra. Maria das Graças de Paiva Siracusa, Fonoaudióloga.

Espero ter esclarecido alguns pontos sobre esse assunto, mas caso ainda você tenha alguma dúvida, deixe um comentário ou pergunta abaixo. E consulte sempre um dentista, boa sorte!

Doutora Carmem Silvia – Dentista de Crianças.

Veja também os temas:

6 Comentários:

  1. Roberta disse:

    Boa tarde, minha filha tem 5 snos e lendo seus artigos, cheguei a conclusão de que ela é melancólica fleumática… Ela se isola na escola porque só quer saber de escrever, quebra cabeça, enfim, ela não quer brincar de coisas que as crianças de um jardim de infancia brincam. Ela é perfeccionista de mais, super inteligente e chorona, super amiga de todo mundo, mas me doi ve-la se chingando de burra, incopetente essas coisas. Ela é preguiçosa, a não ser que seja algo que ela goste muito, como quando vamos para o sitio e ela vai ajudar com a lida dos animais. Sonolenta, não gosta de nada que a cance demais. Suas brincadeiras prediletas são sempre sentadas, desenhando, ou fingindo ler um livro, sendo professora essas coisas. Embora eu tenha uma base pedagógica, pois começei a faculdade e parei faltando apenas 1 ano, não estou conseguindo tirar dela esse pesimismo, vergonha, timidez e o pior a anciedade. Essa causa até dores de cabeça e estomago.. Pelo amor de Deus, to precisando de ajuda. RSrsrs. Obrigada

    • Doutora Carmem disse:

      Cara Roberta,

      Seria irresponsável de minha parte classificar sua filha em um temperamento, simplesmente.

      O artigo serve como referência, para ampliarmos nossa observação, como você fez.

      Além disso, o que mais há para ser feito, ou o que é digno de ser tratado?

      Talvez valha você passar por um médico que siga esta linha da Antroposofia, com a qual você se identificou.

      Ele dará várias sugestões, além das pedagógicas, até alimentação e se for o caso, medicamentos para ajudarem no que for necessário, para sua filha viver em liberdade para ser criança, de acordo com seu temperamento!!

      É isso que desejamos proporcionar não é mesmo?

      Ligue para nós, que passaremos uma indicação.

      Boa sorte,

      Dra. Carmem Silvia.

  2. juliana cassano disse:

    há esqueci de falar ela tem 1 ano e 7 meses

  3. juliana cassano disse:

    bom dia!

    pelo o que pude observar da minha filha,ele é carinhosa,brigona,quando é censurada ela mesma se bate na cara,fico assustada com isso.
    É malcriada,agitada e muita ciumenta.é muito apegada comigo,passo o dia fora trabalhando só pego a la pras 17.00.

  4. Mirian de Souza disse:

    olá ! pelo oque eu pude perceber a minha filha de 4 anos tem otemperamento tanto melancolico como um pouco sanguíneo. ela muitas vezes é teimosa e chora com facilidade quando a chamamos a tençao de algo errado q praticou e nervosa quando nao consegue fazer algo q queria fazer. gostaria de saber como faço pra corrigir ou chamar a atençao dela quando ela fizer algo de errado . espero resposta dede ja agradeço a ajuda .

    • Doutora Carmem disse:

      Mirian,
      Agradeço o contato.
      Nós somos um “mix” de temperamentos, e na criança, eles são mais difíceis de serem apontados.
      Quando uma mãe diz sobre o temperamento de seu filho, temos que avaliar como, com que exemplos, a mãe tem a opinião que tem.
      Na maioria das vezes, conversando, olhamos atitudes e começamos a entender a criança de outro modo. Isso é muito comum.
      Normalmente, numa primeira consulta conversamos com a mãe e damos dicas após uma observação da criança.
      Vou te passar uns links, que podem relacionar a odontopediatria com a observação dos temperamentos e dicas para conduzir as crianças.
      No blog, também curso na Casa do Saber, sobre educação infantil.
      Como você vê, o assunto é muito abrangente, e não há fórmulas prontas!!
      A Clínica Odontológica Infantil
      Como funciona a Odontologia Integral Antroposófica?
      Dicas dos primeiros 7 anos
      O curso do Luiz Haans para pais na Casa do Saber já começou, mas acompanhe a programação e faça o próximo:
      Cursos na Casa do Saber para pais
      Caso você queira, ligue pra nós e peça informações sobre o que “rola “ numa primeira consulta em odontopediatria, com uma visão global.

      Boa sorte,
      Dra. Carmem.

Deixe o seu Comentário

Clínica Amai: Fone: (11) 3284 5162 • contato@clinicaamai.com.br
R Itapeva, nº 500 - cj. 7A • São Paulo - Próx. a Avenida Paulista (mapa)