Acesse a Área Exclusiva dos Pacientes Amai

Desmame Noturno – Problemas e Soluções

Publicado em: 13/01/2011

Última atualização em: 14/01/2011

Categorias: Antroposofia, Cárie de Mamadeira, Dentes de Leite, Educação

Autor: Doutora Carmem

A mamadeira noturna é o maior causador de problemas bucais em bebês e crianças jovens, como a cárie de mamadeira, com menos de 6 anos de idade. Os pais, por vários motivos, não conseguem tomar providências eficazes para romper o hábito, pois escondem do pediatra o fato da criança estar tomando mamadeira noturna, que assim não consegue orientá-los.

E quando o pediatra fala, por insegurança, suas orientações não são seguidas, pois os pais não sabem ou não podem imaginar a seriedade das conseqüências.

A partir do momento em que os pais vêm o que pode acontecer ao seu bebê, eles, por o amarem, buscam soluções.

Então, falando praticamente, o que podemos pensar para agir nessas circunstâncias?

O primeiro ponto a ser analisado é o fato de a mamadeira noturna ser ou não fonte imprescindível de nutrição para a criança. Caso não seja, o hábito precisa ser removido. A natureza está sinalizando que a criança que possui dentes, está apta receber  maior diversidade alimentar. Há muitas indicações de que ao primeiro aniversário, essa seja de vez esquecida.

Como na maioria das vezes a criança vai chorar se a mamadeira for retirada de uma vez, contamos com recursos de apoio à situação.

Um primeiro passo, é analisar criteriosamente a alimentação que a criança ingere durante o dia. Conversar sobre como fazer com que essa dieta seja fácil e rapidamente enriquecida, é essencial. A noção do volume das mamadeiras em relação ao tamanho do estômago da criança pode ajudar a perceber que, com menos mamadeiras, “sobra espaço” para mais apetite (se considerarmos que nosso estômago pode ser 3 vezes maior e ele toma 5 mamadeiras por dia, se tomássemos o volume de 15 mamadeiras por dia, teríamos apetite para mais alguma coisa?).

A segunda etapa, é analisarmos como anda a natureza do sono. É reparador ou muito interrompido pelo hábito? Há crianças que acordam para mamar durante a noite, por oito, dez vezes.

Por conta disso, a criança fica irritada, chora mais, enfim, encontra-se desvitalizada, pois se não come e não dorme direito, como pode crescer saudável?

Os medicamentos antroposóficos facilitam o desmame, na medida em que proporcionam uma tranqüilidade maior na hora da modificação do vínculo, não só com a mamadeira, mas com a mãe que dá o peito ou segura a mamadeira e embala a criança durante a noite toda, muitas vezes. Essa ajuda é essencial.

Estamos na fase de transição para o copinho com bico, e de tipos diferentes de relação com os pais, (não só com a mãe) através de massagens com óleos apropriados e brinquedos e brincadeiras que alimentem a alma da criança.

Boas notícias: esse problema tem solução!

A proposta, portanto, é darmos um passo no sentido de nos aproximarmos da criança adequadamente, numa segunda etapa, em que ela precisa de uma revisão na natureza de sua dieta e nas oportunidades de aproximação e expressão de carinho.

Para remover o hábito, é essencial  que não compre mamadeiras ou bicos novos, e vá destruindo um pouco a cada dia o bico que estiver usando (rale no ralador de legumes e depois vá cortando com a tesoura).

Além disso, dilua o conteúdo da mamadeira e coloque cada vez menos açúcar ou  achocolatados, se for o caso. Caso não tome essas providências, certamente seu filho não desejará jamais deixar a mamadeira de lado!

As medicações ajudam nessa hora, dando mais continuidade ao sono, tranquilidade e segurança para a mãe e bebê.

No caso da amamentação, ainda mais conforto a mãe precisa, pois certamente, mais para algumas do que outras, essa fase é vista como uma separação, não como transição. Fundamental é a segurança da mãe, no sentido de que a decisão do  desmame no momento é a mais acertada.

Desde que a criança tenha dentes e, portanto, esteja apta para comer, solte as amarras e curta o que a próxima fase pode trazer de bom, com as risadinhas de prazer ou o sono tranqüilo do bebê sendo massageado, o quarto dele aromatizado com óleos essenciais que podem variar segundo a necessidade (leia mais sobre aromaterapia), e a pesquisa e compra de brinquedos que despertem nele o melhor de sua natureza humana, em equilíbrio.

Você não quer dar o melhor para o seu amado bebê? Então saiba mais sobre alimentos orgânicos e integrais.

Não desperdice esse momento único, essa grande oportunidade de gerar felicidade, liberdade e saúde para a vida toda!!

Se você ainda tem dúvidas ou comentários, fique a vontade para interagir preenchendo os campos abaixo.

Dra. Carmem Silvia

Veja também os temas:

21 Comentários:

  1. katia bueno disse:

    Minha bebe ta com 1 ano e tres meses so dorme no peito,ta com tres caries de mamadeira, quanto fica o tratamento?

    • Doutora Carmem disse:

      Katia, por favor, ligue 11-3284-5162 para saber mais sobre como proceder em casos como o de sua bebê.
      Obrigada pelo contato,
      Boa sorte!
      Dra. Carmem Silvia.

  2. Fabiana Soares disse:

    Minha filha fez esse raio x e n sei oq significa e a dentista dela esta de licença maternidade e só volta em setembro, sera que a senhora poderia me ajudar?pois ela esta com carie dentaria e estou desesperada

    aqui esta o laudo do raio x

    magem radiolucidana coroa com sujeita a avaliação nos dentes 52i 51i
    imagem radiopaca compativel com restauração estetica sujeita a avaliaçao clinica no dente 61i
    pois é,olha o resultado do laudo do raio x
    imagem radiolucidana coroa com sujeita a avaliação nos dentes 52i 51i
    imagem radiopaca compativel com restauração estetica sujeita a avaliaçao clinica no dente 61i
    imagem sujestiva de envolvimento pulpar no dente 52 51
    reabsorção radicular no dente 61
    cristas osseas normais compativel com a idade

    • Doutora Carmem disse:

      Cara Fabiana,

      Sua filha tem suspeita de envolvimento da polpa em um dente, ou seja, talvez haja a necesidade de tratamento de canais.
      A imagem radiolúcida pode ser referente a cárie.

      Com esses dados, verificamos que tem razaõa para estar preoccupada. Sugiro que não aguarde até setembro, e consulte outro dentista odontopediatra.

      Boa sorte e em caso de dúvida, ligue para nós!

      Dra. Carmem Silvia.

  3. Cristina M.Araújo disse:

    Oi Doutora. Estou desmamando minha filha de 2 anos, está no 2 dia e ela chora. Devo dar mamadeira ou só agua durante a noite,estou com medo de trumais. Muito obrig.

    • Doutora Carmem disse:

      Olá Cristina!

      Vamos com calma!

      Há vários tópicos que você poderá cobrir, para ambas sentirem-se melhor.

      É uma fase de transição, não é fácil, mas há como contornar com alguns recursos.
      O blog: http://www.desmameconsciente.com.br tem a pretenção de poder colaborar!

      Por favor, leia tudo com calma, e faça suas escolhas!

      Qualquer coisa, volte a entrar em contato!

      Boa sorte!

      Dra. Carmem Silvia

  4. Renata disse:

    Olá, moro no Japão, tenho uma filha de 1 ano que mama no peito e esta com os dentes de cima com carie. Os dentistas daqui deixam muito a desejar,quais são os tipos de tratamentos para bebes nesta idade? Gostaria de ver fotos da evolução da carie da mamadeira desde o inicio. Fiquei surpresa pois sempre escovei os dentinhos na hora do banho,mesmo quando eles ainda não existiam. Estou me sentindo uma pessima mãe, o que posso fazer pra minha bebe não perder os dentinhos? Por enquanto tem risco branco perto da gengiva e umas manchinhas brancas no dente.

  5. Renata Varela disse:

    Olá Dra Carmem! Tenho 24 anos e sou mãe da Laura, hoje com 9 meses. Tenho sentido uma certa dificuldade quanto ao desmame e por isso, procurei o seu site. Gostei muito de tudo que li. Fiquei muito feliz e orgulhosa por saber que ainda existem pessoas como você. Faço odontologia no UNIFESO em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Estou no último ano da faculdade e penso em me especializar em odontopediatria. Tenho em você uma inspiração! Parabéns pelo excelente trabalho. Um beijo grande! =)

    • Doutora Carmem disse:

      Ei Renata!!!!!

      Que honra você usar seu precioso tempo para fazer tantos elogios!!!
      Ainda mais nesse dia da mulher!!!!

      Bj grande para você e para a Laurinha, com meu desejo sincero de uma vida muito feliz!

      Carmem Silvia.

  6. simone dourado disse:

    Boa Tarde Dra Carmem,

    Meu filho tem 17 meses e continua mamando no peito, ele se alimenta muito bem frequenta escola em periodo integral então só mama a noite e de manhã.Sei que esta chegando a hora de desmamar gostaria de mais informações sobre medicamentos antroposoficos, pois acredito que esta sendo mais dificel esta decisão para mim do será para ele.

    Grata,

    Simone Dourado

    • Doutora Carmem disse:

      Cara Simone,

      Certamente, principalmente para a mãe não é nada fácil a transformação do vínculo.

      Veja, eu disse transformação, e não rompimento.

      Você já leu os artigos do blog: http://www.desmamecoinsciente.com.br ? Lá tem muitas sugestões.
      Nessa linha de transformação do vínculo sugiro o artigo Oferecendo muito mais para o seu bebê: http://desmameconsciente.com.br/epoca-do-desmame/

      A Antroposofia tem sugestões que abarcam todo o viver do paciente, como por exemplo, nessa sugestão de leitura que passei. Além disso, as medicações podem aliviar o sofrimento, que tem natureza distinta. Por esse motivo, cada caso deve ser analisado e medicado como único.

      As medicações, além de uma boa conversa na consulta, com dicas e sugestões, podem ajudar trazendo mais conforto para esse momento tão delicado.

      Obrigada pelo contato e boa sorte!

      Dra. Carmem Silvia.

  7. Alessandra disse:

    Oi Dra. Carmem….pensei mto em nossa conversa essa semana e vou iniciar o desmame da Isa essa semana…Ela usa a mamadeira para dormir e vou começar a diluir o leite. Conto se vai dar certo.
    Tb vou marcar com o Dr. Ronaldo.
    Grande beijo.

    • Doutora Carmem disse:

      Olá, Alê!

      Refletindo sempre saímos do espaço em que nos encontramos e descobrimos novos mundos, de infinitas possibilidades! Isso é maravilhoso!
      Nossa conversa foi mais uma vez muito prazerosa para mim, e aguardo o contato da professora Marina.
      Veja só como a partir de nosso encontro, poderemos influenciar a vida de tantas crianças, tantas famílias! E esse poder todo está em nossas mãos, a partir de nossa decisão benevolente! Que alegria, que felicidade poder viver assim!!
      Muito, muito obrigada por permitir que eu desfrute desses momentos com você e a Isa!! Agradeça à vovó também, por favor, pela paciência.

      Dra. Carmem Silvia.

  8. Daniele disse:

    Meu filho tem 4 anos, e assim q ele nasceu devido a trtamentos oncologicos precisei ficar sem amamenta-lo, dessa forma foi inserida a mamadeira com leite de vaca, mucilon e açucar desde a primeira semana de vida, e ainda assim era amamentado com leite materno qdo não estava em tratamento, mesmo com medicações consegui amament-lo no peito durante 3 anos e ainda assim ele tinha o reforço da mamadeira essa foi substituida por leite e chocolate aos 2 anos. Hoje com 4 anos ele jpa perdeu 3 dentes de leite e todos os outros estão cariados, sempre q vamos ao dentista é uma luta, e a falta de recursos financeiros me deixa ainda mais entristecida, não hpa tratamento odontopediatrico gratuito no DF, portanto não encontro uma solução melhor para ele…

    • Doutora Carmem disse:

      Daniele,
      É uma pena que ainda escutemos em nosso país estórias como a sua!
      Não dá para esquecer que a saúde de uma criança depende de ações eficientes, por parte de todos os profissionais que a cercam.
      A única solução para mudar esse quadro, caso você não tenha escutado desses profissionais como higienizar os dentes de seu bebê desde que eles apareceram na boca e quais são os hábitos mais saudáveis para nutrir uma criança sem comprometer sua saúde, é voltar até eles agora, mostrar a boquinha de seu amado filho, contar toda a dor e sofrimento, e perguntar o que fazer agora.
      Caso você tenha escutado deles que deveria cuidar da higiene e dos horários da mamadas, bem como da introdução adequada de alimentos, o discurso deles não foi eficiente. Temos que encorajar todos os profissionais a uma dedicação máxima, para que suas mensagens sejam ouvidas pelas mães. Não podemos abrir mão desse direito à saúde da criança.
      Seja por favor uma agente de mudança!!! Procure os serviços de uma Universidade por aí, e atue para que nenhuma criança passe pelo que você está passando.

      Leia os seguintes artigos, para saber como, e me conte de seus sucessos, aí pelo DF:
      http://www.clinicaamai.com.br/amigos-dos-dentes-das-criancas
      http://www.clinicaamai.com.br/papais-amigos-dos-dentes-das-criancas
      http://www.clinicaamai.com.br/profissionais-amigos-dos-dentes-das-criancas
      Muito obrigada pela sua generosa participação e boa sorte,
      Dra. Carmem Silvia

  9. liziane disse:

    OI estou cm o mesmo problema do desmame,meu filho esta com os dentinhos da frente tudo com care, ja levei ela a dentista e ela me disse que tenho que desmamar ele primeiro, ja tentei algumas formas como passar vinagre mas ele mamou igual ele tem 2 anos e 4 meses teria alguma outra forma …me ajuda estou desesperada…obrigada…

  10. Mirian disse:

    Estou tendo muita dificuldade para desmamar mru filho ele vai fazer 2 anos.Sofro muito,quando penso em tirar,mas sei q isso está prejudicando ele.

    • Doutora Carmem disse:

      Mirian,
      Para você decidir:
      O que deseja para seu filho? Substitua o vínculo da amamentação por outros tantos, que farão bem a ele.
      Se mesmo assim você está em sofrimento, uma opção é a medicação Antroposófica que pode ajudar muito.
      Você já pensou em passar por uma consulta com odontopediatra que trabalhe cm Antroposofia? Muitas janelas poderão se abrir…
      Boa Sorte,
      Dra. Carmem Silvia.

Deixe o seu Comentário

Clínica Amai: Fone: (11) 3284 5162 • contato@clinicaamai.com.br
R Itapeva, nº 500 - cj. 7A • São Paulo - Próx. a Avenida Paulista (mapa)