Acesse a Área Exclusiva dos Pacientes Amai

Seu filho pode adorar ir ao dentista. Duvida?

Publicado em: 12/04/2011

Última atualização em: 20/04/2011

Categorias: Cárie de Mamadeira, Dentes de Leite, Medo de Dentista, Odontopediatria, Sedação e Anestesia

Autor: Doutora Carmem

Leia a seguir algumas dicas e orientações que vão mudar o jeito que o seu filho encara a visita ao Odontopediatra – Dentista de Crianças. Não tem erro, é só ficarmos atentos que teremos um história feliz!

Quando devo levar meu filho ao dentista?

Antes de ter qualquer problema dental.
Os dentes-de-leite terminam sua troca aos 12 anos.  Até lá são úteis para a fala, alimentação, estética e desenvolvimento saudável da dentição permanente.

Mas qual a idade ideal?

A orientação da mãe gestante trás benefícios que serão percebidos durante toda a infância, adolescência e vida adulta.. Há cuidados  simples que evitam muitos transtornos . O primeiro exame clínico da criança  deve ser feito antes do primeiro ano de vida.

O bebê pode ter cárie?

É comum encontrarmos cáries em bebês com um ano e seis meses. Acidentes também podem ocorrer envolvendo a boca de seu filho, e nessas horas nada melhor que a segurança das informações recebidas antecipadamente e assimiladas.

Como pode um bebê ter cárie?

Falta de conhecimentos e cuidados podem ser destruidores. Você sabia que a cárie é uma doença contagiosa? E que a mamadeira e o aleitamento noturno podem ser danosos para os dentes, mesmo que a mamadeira tenha só leite?

O que há de novidades em higiene oral para bebês?

Muitas são as ferramentas  para facilitar a vida dos pais e cuidar com carinho da saúde de seu filho. Dedeiras macias, pasta dental sem flúor e escovas com formatos adequados estão disponíveis para que seus esforços tenham os melhores resultados.

Mas se eu olhar a boca de meu filho, não conseguirei ver se ele tem cáries?

Quando os pais conseguem detectar problemas, geralmente eles já estão instalados há muito tempo, e a destruição já é acentuada. É comum termos que tratar  os canais de dentes-de-leite.

Dentes-de-leite têm canais?

Sim, eles são “vivos” como os permanentes, com vasos e nervos. Como a câmara que os contém é muito ampla e as cáries de evolução muito rápida, é comum termos que tratá-los.
Sujeitar seu filho ao sofrimento de uma noite mal dormida é o que queremos evitar. Focos  infecciosos, abscessos e dor são o reflexo de processos iniciados há muito tempo.  Além disso, a perda de um dente traria muitos transtornos, como a falta de espaço para os permanentes.
A criança vive muito melhor sem problemas estéticos e de saúde.

Meu filho não ficará com trauma de dentista se começar cedo?

Só quem cuida de bebês poderá ajudá-la. Familiarizando a criança ao consultório, passando um sentimento de segurança e bem estar é tudo o que você precisa para que seu filho fique tranquilo e tenha uma boca saudável.

E os selantes?

Eles são uma capa  de resina  protetora que reduz  muito a chance de cárie. Para aplicá-los na dentição decídua, devemos acostumar a criança aos procedimentos logo cedo, pois precisaremos de um mínimo de colaboração para que o trabalho seja realizado com perfeição.
Sua eleição deve ser muito criteriosa.

Quando os dentes nascem, dá para saber se terão cáries?

Muitos dentes nascem mais frágeis, o que pode ser recuperado com dicas preciosas e o uso de medicamentos adequados  para cada caso.
Os exames periódicos também visam detectar qualquer alteração a tempo de recuperar o esmalte danificado.

Como fazer para que meu filho goste de ir ao dentista?

Comece cedo, enquanto nenhum problema tiver se instalado e nenhuma emergência mal resolvida.
Siga as orientações de um profissional experiente e informe-se sobre como a Antroposofia pode colaborar com a saúde de sua família.

Veja também os temas:

9 Comentários:

  1. Danielle disse:

    de cuidar da saúde da boquinha. Hoje, quando tem consulta, fica ansiosa, esperando o dia para ver a tia Carmem e a sua equipe. Ela simplesmente ama ir ao consultório!!! Ama chegar e brincar na sala de espera, com descontração faz a limpeza e aplica o fluor, e na hora de ir embora, sempre arruma uma desculpa para ficar mais! Então, gente,é possível que a criança goste de ir ao dentista!!!! Somos a prova disso.
    Devo agradecer a Dra. Carmem e a sua equipe, pela dedicação e carinho!
    Um beijo!

    • Doutora Carmem disse:

      Danielle,
      Tudo isso, como retribuição à sua confiança e persistência, nos retornos periódicos.
      Sem isso, o “milagre” não acontece.
      Obrigada pelos elogios e parabéns!!
      Dra.Carmem.

  2. Danielle disse:

    Olá! Sou mãe de uma paciente da Dra. Carmem, e gostaria de deixar o meu depoimento sobre o quanto a Luiza AMA, ir às consultas. Desde bebê, por volta dos 08 meses a Luiza frequenta o consultório, entre brincadeiras e procedimentos de rotina, para prevenção, a Luiza aprendeu a cuidar dos dentinhos, e principalmente, aprendeu a GOSTAR

Deixe o seu Comentário

Clínica Amai: Fone: (11) 3284 5162 • contato@clinicaamai.com.br
R Itapeva, nº 500 - cj. 7A • São Paulo - Próx. a Avenida Paulista (mapa)