• Dra. Carmem

Superando desafios: tratamento dentário hospitalar em criança.


No dia 15 de junho, me comuniquei com a Clínica Amai, porém devido à pandemia do Covid 19, em comum acordo, optamos pela consulta virtual com a Dra. Carmem.


Já no outro dia, tivemos a consulta online eu, o pai e a Dra. Carmem. Explicamos exatamente tudo o que havia acontecido com o Enrico que tem 3 anos e 5 meses. Contamos que havíamos ido a 3 outros especialistas, mas que não havia dado certo. Eles haviam sugerido 3 extrações dentárias! Apostamos tudo, no que a Dra. Carmem nos propôs. Nesse dia, realizamos com ela, eu e o pai, em um dia separado, uma abordagem com as constelações familiares. Sinto que isso foi o princípio de grandes mudanças que resultaram nos resultados finais, que relato aqui agora. Voltarei para contar tudo dessa transformadora experiência, em breve, em outra ocasião.


Entramos com os medicamentos homeopáticos e antroposóficos, naturais, sem efeitos negativos para nosso filho. Fizemos tudo para que no momento dos procedimentos desse tudo certo.


Na primeira avaliação... o Enrico ficou muito a vontade, entrou sozinho, e nós pais, ficamos na recepção super confiantes. E graças à Deus.... tudo ocorreu 100%.


Na primeira consulta para o início do tratamento Enrico, deixou fazer 2 dentes e tomou anestesia local. Um mocinho. A dra. prescreveu medicamentos para o quadro clínico dele, usamos e deu certo. O curioso, foi que ela havia prescrito um medicamento que disse que ajudaria em sua concentração, fala e que ele melhoraria muito seu vocabulário.


No 2ª dia de consulta para o procedimento, o Enrico não abria a boca. Foi quase 1 hora e meia de tentativa, sem sucesso. No 3ª dia tb. Ele é muito danadinho, e desafia com charme.


Optamos então, por fazer o tratamento dentário dele de forma segura, em ambiente hospitalar, sob anestesia geral, pois ele tinha muito a ser realizado, e não dispúnhamos de mais tempo. Depois de tanto passar por avaliações e escutar que ele perderia dentes, desejávamos resolver, para o bem dele e de sua saúde.


Todo o meu medo, era que o Enrico é portador da síndrome de Prader Wili e a anestesia geral, poderia acarretar alguns “contratempos”. A todo momento a Carina, Dra. Carmem e Dr. Reynaldo, estavam em contato conosco e com a pediatra dele, a Dra. Ruth, e tudo, para honra e glória do senhor Jesus, transcorreu bem.


Saímos no mesmo dia do hospital Sabará. Os drs e a Carina estiveram conosco até o final dessa jornada, para ajudar a liberação, pois o Enrico estava dando trabalho para a enfermeira! Ele teve um pós operatório brilhante. Fomos para casa com a medicação que a Dra. Carmem havia sugerido, e tudo está cada vez melhor. E para nossa surpresa, ele desembestou a falar... fala tudo, decora tudo...nos impressiona o tempo todo, com muito charme.


Obrigada a Deus e a todos da Clínica Amai por esse carinho conosco.

Alexandra (mãe)

24 visualizações

@ Hope Agencia