• Dra. Carmem

Cárie em Dentes de Leite

Atualizado: 1 de Out de 2019


As cáries começam com alterações no esmalte que aparecem em forma de manchas brancas,  facilmente detectáveis e tratáveis antes que formem uma cárie, por profissional que trabalhe com odontopediatria.


Essas manchas representam uma alteração nos prismas do esmalte  e evoluem  para cavitações com a não remoção dos restos alimentares. O esmalte “fura” por causa do ataque ácido produzido pelas bactérias na placa bacteriana.

Muito pode ser feito para não chegarmos a tal ponto.

Não é fácil para um leigo e até mesmo para um dentista não acostumado aos dentes de leite e boca de crianças, detectar uma tendência às cáries ou mesmo uma lesão de cárie inicial. Daí a importância de um odontopediatra.


Na hora do desespero, os pais até querem ouvir que não precisaria tratar aquela cárie pequenininha, mas isso não está certo, pois a evolução do quadro pode ser desastrosa. Pense que, com um orifício no dente de seu filho, os alimentos se acumularão com mais facilidade e serão removidos cada vez com mais dificuldade.


Outra questão sempre mencionada é: “Mas como será que um odontopediatra vai conseguir abrir e tratar a boca de meu filho, ele não vai deixar!”


É importante que, quanto a essa dúvida, você passe por uma consulta odontopediátrica, para poder RESOLVER o problema de cárie de seu filho. Levante com o profissional todos os seus temores, converse sobre os recursos disponíveis que esse odontopediatra lança mão para os melhores resultados.


Não deixe de ver o vídeo abaixo:

Dente de Leite precisa ser Tratado? Com Dra. Carnem Silvia


Como tratar a cárie nos dentes de leite, vale a pena?

Os tratamentos são realizados considerando as características da criança ( teimosia, medo, manifestações variadas) e tentando entender seu temperamento.


Além disso, é muito importante o odontopediatra entender as  condutas da família, o ambiente familiar e expectativas dos pais quanto ao tratamento.


Os tratamentos são realizados com anestesia local quando necessário, o que não representa um problema, mas sim a solução para a questão da dor.


As cáries são então removidas com o “motorzinho” e o dente restaurado com material adequado. A criança só permanece com a boca aberta, na maioria das vezes, com o uso de abridores de boca. Sem seu uso, é impossível muitas vezes, realizarmos tratamentos eficazes e seguros.


A decisão dos pais permanecerem na sala e atendimento é conjunta, e depende de fatores como idade da criança e até de experiências anteriores.


Cuidado com os tratamentos que parecem milagrosos!


O uso de cariostático (que deixa o tecido cariado escuro definitivamente), pode  parecer uma solução viável, mas é bom que saiba que o processo de evolução da cárie pode diminuir, mas não será interrompido, principalmente  se você não fizer alterações na rotina de higiene e alimentar da criança para a mudança do quadro.


Tratar “superficialmente” para a criança não ficar supostamente traumatizada, só agrava o problema, que eventualmente terá que ser encarado com mais dificuldades e sofrimento para todos.

O primeiro passo é o exame clínico, a primeira consulta, tudo com muita atenção para detectarmos hábitos e características da dentição.


Quando  conseguimos enxergar a abrangência do caso e prognóstico (tendência à evolução para um quadro de cáries), partimos para a ação!


Havendo uma maior aderência de placa bacteriana nos dentes por má higiene persistente, o ph (acidez) da boca fica aumentado, e conseqüentemente, o equilíbrio comprometido.


Todas as medidas no sentido de evitarmos as cáries em dentição de leite  segundo uma visão integral, procuram restabelecer os parâmetros de saúde e vitalidade dessa criança, melhorando o sono, apetite, concentração, tranqüilidade.


Parece atraente, não? Ir tratar de cáries em dentes de leite e sair com uma criança que come, dorme e torna-se menos agitada, mais bem humorada?


Pois pode acontecer, e de quebra, sem cáries. Mas lembre-se: nada ocorre de repente. Tudo é um processo, que exige dedicação. O importante é iniciar, e caminhar passo a passo!!!

Dra. Carmem Silvia


Veja mais:


Vídeo: Cárie de Mamadeira em Bebês e Crianças


2,287 visualizações1 comentário

@ Hope Agencia