top of page
  • Dra. Carmem

Seu filho pode adorar ir ao dentista. Duvida?

Atualizado: 17 de set. de 2019


Leia a seguir algumas dicas e orientações que vão mudar o jeito que o seu filho encara a visita ao Odontopediatra – Dentista de Crianças. Não tem erro, é só ficarmos atentos que teremos um história feliz!


Quando devo levar meu filho ao dentista?

Antes de ter qualquer problema dental.Os dentes-de-leite terminam sua troca aos 12 anos.  Até lá são úteis para a fala, alimentação, estética e desenvolvimento saudável da dentição permanente.


Mas qual a idade ideal?

A orientação da mãe gestante trás benefícios que serão percebidos durante toda a infância, adolescência e vida adulta.. Há cuidados  simples que evitam muitos transtornos . O primeiro exame clínico da criança  deve ser feito antes do primeiro ano de vida.


O bebê pode ter cárie?

É comum encontrarmos cáries em bebês com um ano e seis meses. Acidentes também podem ocorrer envolvendo a boca de seu filho, e nessas horas nada melhor que a segurança das informações recebidas antecipadamente e assimiladas.


Como pode um bebê ter cárie?

Falta de conhecimentos e cuidados podem ser destruidores. Você sabia que a cárie é uma doença contagiosa? E que a mamadeira e o aleitamento noturno podem ser danosos para os dentes, mesmo que a mamadeira tenha só leite?


O que há de novidades em higiene oral para bebês?


Muitas são as ferramentas  para facilitar a vida dos pais e cuidar com carinho da saúde de seu filho. Dedeiras macias, pasta dental sem flúor e escovas com formatos adequados estão disponíveis para que seus esforços tenham os melhores resultados.



Mas se eu olhar a boca de meu filho, não conseguirei ver se ele tem cáries?

Quando os pais conseguem detectar problemas, geralmente eles já estão instalados há muito tempo, e a destruição já é acentuada. É comum termos que tratar  os canais de dentes-de-leite.


Dentes-de-leite têm canais?

Sim, eles são “vivos” como os permanentes, com vasos e nervos. Como a câmara que os contém é muito ampla e as cáries de evolução muito rápida, é comum termos que tratá-los.Sujeitar seu filho ao sofrimento de uma noite mal dormida é o que queremos evitar. Focos  infecciosos, abscessos e dor são o reflexo de processos iniciados há muito tempo.  Além disso, a perda de um dente traria muitos transtornos, como a falta de espaço para os permanentes.A criança vive muito melhor sem problemas estéticos e de saúde.


Meu filho não ficará com trauma de dentista se começar cedo?

Só quem cuida de bebês poderá ajudá-la. Familiarizando a criança ao consultório, passando um sentimento de segurança e bem estar é tudo o que você precisa para que seu filho fique tranquilo e tenha uma boca saudável.


E os selantes?

Eles são uma capa  de resina  protetora que reduz  muito a chance de cárie. Para aplicá-los na dentição decídua, devemos acostumar a criança aos procedimentos logo cedo, pois precisaremos de um mínimo de colaboração para que o trabalho seja realizado com perfeição.Sua eleição deve ser muito criteriosa.


Quando os dentes nascem, dá para saber se terão cáries?

Muitos dentes nascem mais frágeis, o que pode ser recuperado com dicas preciosas e o uso de medicamentos adequados  para cada caso.Os exames periódicos também visam detectar qualquer alteração a tempo de recuperar o esmalte danificado.


Como fazer para que meu filho goste de ir ao dentista?

Comece cedo, enquanto nenhum problema tiver se instalado e nenhuma emergência mal resolvida.Siga as orientações de um profissional experiente e informe-se sobre como a Antroposofia pode colaborar com a saúde de sua família.


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page